Hoje foi bom, mas amanhã vai ser ainda melhor

Esta é a frase que melhor representa o meu processo de amadurecimento e aquela que compartilho com todas as pessoas à minha volta. Ela aparentemente não representa nada de especial mas, ao mesmo tempo, pode representar tudo.

Algo que aprendi nestes últimos meses e que foi transformador para mim, foi ter a cada manhã, um ritual de agradecimento por tudo o que tenho na minha vida material ou não. Este é o início para o processo de aceitação de nós mesmos.

Quando somos levados a reflectir sobre o que temos e o que não temos na vida, rapidamente a nossa mente se expande e começa a dar menos importância às frustrações do dia-a-dia.

Não acho válido estabelecermos termos de comparação com fulano “A” ou “B” porque por norma, escolhemos sempre pessoas com realidades e vivências opostas à nossa. Sendo assim, o mais pertinente é pensarmos em nós mesmos e fazer uma autoavaliação de tudo o que somos e tudo o que nos rodeia.

Devemos entender que todas as nossas conquistas por menores que sejam, devem ser agradecidas, devem ser apreciadas e, se falamos de objectos ou bens materiais, é extremamente importante fazer sazonalmente uma “limpeza” ao que já não nos atende.

O exemplo que posso usar é o do vestuário. Por vezes guardamos peças de roupa anos e anos sem fim, não fazemos uso delas e elas servem apenas para ocupar espaço. Assim, é extremamente pertinente nos livrarmos dessa carga ao mesmo tempo em que podemos ainda praticar o bem doando as mesmas a quem delas precisa e fará o devido uso.

O mesmo se aplica a outros objetos e bens, se não usa, doe ou venda e limite-se a manter apenas o que usa e tira proveito. Dessa forma está a permitir que o fluxo da vida possa circular correctamente e as “âncoras” que muitas vezes o prendem ao passado são desfeitas.

Leia este livro no Scribd: https://www.scribd.com/book/276726972

Anúncios

Gratidão a Deus pelos amigos

Quero iniciar o dia dizendo obrigado a vocês, meus queridos amigos pela atenção dispensada ao meu outro amigo, igualmente querido: João Marcos.

Faço minha está prece que extraí do livro “Um Deus que Dança”.

“Obrigado, Senhor, pelos amigos que nos deste. Os amigos que nos fazem sentir amados sem porquê. Que tem o jeito especial de nos fazer sorrir. Que sabem muito de nós perguntando pouco. Que conhecem o segredo das pequenas coisas que nos fazem felizes. Que nos aguentam quando o mundo parece um lugar incerto. Que nos surpreendem, de propósito, porque acham ruim tanta rotina.

Obrigado pelos amigos incondicionais. Que discordam mas permanecem conosco. Que esperam o tempo que for preciso. Que perdoam antes das desculpas. Esses são os irmãos que escolhemos. Os que trazem, até nós, a música imprevisível do teu coração, Senhor”.

Peço simplesmente que os abençoe. Assim seja!

Quando pensar em desistir…

Quando pensar em desistir:

Quando você pensar em desistir, olhe para o lado que realmente importa, o lado de dentro, e então se pergunte qual é a sua razão maior, o seu porquê, o motivo que te fará mais forte e mais capaz do que qualquer porém. Do que qualquer pesar. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa deles, olhe para eles, e se pergunte quando foi que você deixou de ser importante para si mesmo, quando foi que a imagem refletida do outro lado do espelho deixou de ser a sua, quando foi que opiniões, críticas e julgamentos de quem nunca realmente parou para te olhar de verdade invadiram a sua vida e domaram as suas escolhas dessa maneira. E então deixe ir o peso do outro. Foque no que te fortalece. Mire no que te faz leve. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa das circunstâncias, se pergunte qual é o propósito de tudo, da onde vem o aprendizado, o grande legado, o motivo que te fará agradecer mesmo quando a tristeza vier. E então se concentre no lado bom de todas as coisas, na sabedoria do universo, na certeza de que amanhã é sempre outro dia e que não há sofrimento ou dificuldade que dure para sempre. E vai.

Quando você pensar em desistir por causa de si mesmo, se pergunte quem é você e qual é a sua missão nesse mundo. E então avalie se o desistir tem a ver com ser forte, sábio e consciente (porque às vezes desistir exige mesmo uma coragem imensa) ou se é só uma maneira covarde de fugir da batalha antes mesmo da luta. E se for por falta de tentativa, e se for por medos e receios de não ser capaz, encontre dentro de si mesmo a força que te move a levantar da cama todos os dias.

E vai.

Quando você pensar em desistir por causa do tempo, se pergunte o que realmente importa na vida: a direção ou a velocidade. E então comece a olhar para todas as coisas com a curiosidade e a aventura da criança e a sabedoria e a experiência do idoso. Do tempo passado, pegue o que te faz melhor, inspire-se no que te faz sorrir, orgulhe-se das cicatrizes, colecione histórias, mas siga em frente. Do presente nasce o recomeço. E o tempo nos ensina que nunca é tarde demais. Agarre-se na infinidade do agora, seja presente de corpo, alma e coração. Faça sempre o seu melhor. Seja sempre o seu melhor. Não dê demasiada importância a um futuro que você nem sabe se vai chegar. Vista o seu melhor sorriso, confie na força da sua intuição. Arregace as mangas. Tire o sapato. Deixe o vento bater no rosto. Deixe despentear.

E vai.

Quando você pensar em desistir, quando o barco virar e o mar estiver revolto demais, quando a única alternativa que restar de tudo isso for lutar ou morrer, agarre-se na sua fé, acredite no seu milagre, pule nas águas. E nade.

Quando você pensar em desistir, justamente porque não sabe nadar, olhe para o mundo com gana de herói, com olhos de quem desafia o impossível e faz valer a pena cada segundo da vida.

E pula na água.

Pula na água.

Quando a gente não sabe o que fazer, a gente aprende

Antagonismos

Pra viver melhor, não se preocupe, *se ocupe.* Ocupe seu tempo, ocupe seu espaço, ocupe sua mente. Não se desespere, *espere.* Espere a poeira baixar, espere o tempo passar, espere a raiva desmanchar. Não se indisponha, *disponha.* Disponha boas palavras, disponha boas vibrações, disponha sempre. Não se canse, *descanse.* Descanse sua mente, descanse suas pernas, descanse de tudo. Não menospreze, *preze.* Preze por qualidade, preze por valores, preze por virtudes. Não se incomode, *acomode.* Acomode seu corpo, acomode seu espirito, acomode sua vida. Não desconfie, *confie.* Confie no seu sexto sentido, confie em você, confie em Deus. Não se torture, *ature.* Ature com paciência, ature com resignação, ature com tolerância. Não pressione, *impressione.* Impressione pela humildade, impressione pela simplicidade, impressione pela elegância. Não crie discórdia, *crie concórdia.* Concórdia entre nações, concórdia entre pessoas, concórdia pessoal. Não maltrate, *trate bem.* Trate bem as pessoas, trate bem os animais, trate bem o planeta. Não se sobrecarregue, *recarregue.* Recarregue suas forças, recarregue sua coragem, recarregue sua esperança. Não atrapalhe, *trabalhe.* Trabalhe sua humanidade, trabalhe suas frustrações, trabalhe suas virtudes. Não conspire, *inspire.* Inspire pessoas, inspire talentos, inspire saúde. Não se apavore, *ore.* Ore a Deus! Somente assim viveremos dias melhores. 🙏

Um ato de bondade não me custa nada

Não existem palavras para descrever o sentimento de consciência espiritual que recebemos quando damos algo, por menor que seja, a outra pessoa

Às vezes, parece que existe tanta coisa errada com o mundo, que poderíamos também nos esquecer de tentar mudar algo. “Afinal de contas”, pensamos, “o que posso fazer no mundo? Sou apenas uma pessoa”. Se nossas preocupações são tão amplas que desejamos a paz mundial ou tão pessoais a tarefa parece dominadora. “Tanto trabalho para fazer, tão pouco tempo”, suspiramos, às vezes, pensando se jamais faremos algo de bom. Surpreendentemente, a menor das contribuições pode fazer a maior diferença. Ganhar mais da vida do que uma existência ordinária e penosa requer muito pouco esforço de nossa parte. Somos transformados pela profunda satisfação que experimentamos quando elevamos o estado de espírito de apenas uma pessoa. Quando sorrimos para alguém que está carrancudo, quando deixamos alguém ir na nossa frente na rodovia, quando ligamos para um amigo apenas para dizer que nos importamos, entramos no reino do extraordinário. Quer mudar o mundo? Comece hoje à noite com alguém que está sentado a seu lado e depois imagine seu ato de bondade multiplicado. Uma pessoa de cada vez, cada um de nós faz uma diferença.

Um ato de bondade não me custa nada, mas é inestimável para quem o recebe. Hoje, eu serei gentil com alguém.