Entrega

Como é que iniciamos o processo de deixar Deus orientar as nossas vidas? Quando procuramos conselhos sobre situações que nos perturbam, costumamos descobrir que Deus funciona através dos outros. Quando aceitamos que não temos todas as respostas, abrimo-nos a novas e diferentes opções. Uma boa-vontade para largarmos as nossas ideias e opiniões pré-concebidas permite que a orientação espiritual guie o nosso caminho. Há alturas em que temos de ser levados a um ponto de desespero, antes de estarmos prontos a entregar as situações difíceis a Deus. Conspirar ansiosamente, lutar, planear, preocuparmo-nos – nada disto é suficiente. Podemos ter a certeza de que, se entregarmos os nossos problemas ao nosso Poder Superior, ao ouvirmos os outros partilhar as suas experiências, ou no silêncio da meditação, as respostas hão-de chegar. Não vale a pena viver uma existência frenética. Atravessar a vida como se fosse uma casa a arder, deixa-nos exaustos, e não nos leva a lado nenhum. Nenhuma manipulação da nossa parte acabará por mudar as situações. Quando entregamos e permitimos a nós mesmos o acesso a Deus, vamos descobrir a melhor maneira de agir. Podemos ficar descansados, que as respostas oriundas de uma base espiritual sã serão muito superiores a quaisquer respostas que nós próprios pudéssemos fabricar.

Anúncios

Publicado por

marceloreginato

O conhecimento serve para encantar as pessoas, não para humilhá-las.

Um comentário em “Entrega”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.