Anúncios

Um ontem mal vivido, num hoje contrito e refletido; para um amanhã bem planejado.
Racionalmente?
Erramos quando cremos e confiamos no planejamento cognitivo – é o coração que mapeia e traça nossas melhores possibilidades. Mesmo que aparentemente às cegas, nossas emoções iluminam nossos melhores destinos, não importa quão distante está a partida.
Deliberações meramente racionais vetorizam posturas frias, e o tempo as transforma em pessoalidade soturna – em personalidade azeda.
Somos desagradáveis quando literalmente cheios de razão.
Claro que não sairemos por aí biscateando amizades, afetos, migalhas de fortuna…, aceitando relações tóxicas e aviltantes; mas ouviremos mais o que nos dizem os milagres químicos que geram nossos sentimentos, seremos mais carinhosos com nossos sins e mais atentos com nossos nãos. Trataremos a tão citada “voz do coração” com todo o esplendor que ela merece, é muito chato ser carrasco da sensibilidade, e ainda mais cruel ser sentenciador do próprio azedume.
E não se preocupe!, todos nos estrepamos, e geralmente não aprendemos com isso (não de primeira) – mas é essa dinâmica ascensorista que tempera de sentido o que chamamos viver.
Pensemos com o coração, nada é mais sensato e racional.

Anúncios

One Comment on “Razão Emocional

%d blogueiros gostam disto: