Anúncios

Tentei fotografar nosso possível cotidiano

Impossível.

Cotidiano

Um ângulo perfeito

Ao menos.

O foco minha visão distorcida

de ti

papéis

poemas

Impurezas.

A lente.

Nossas vidas

em aumento de distância.

Tudo

macro.

O diafragma aberto

o meu

retido.

Sombra em luz: um rosto

No passado. O teu olheiras de taberna.

A velocidade

A asa exata.

O teu vôo

e esta sensibilidade macerada

no preto-e-branco ausente de teu ser

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: